Wiki MLP Oc's Wikia
Advertisement
Dragco Ignis
{{#if: Dragco.png |
[[ Ficheiro:250px ]]
Imagem pônei terrestre.png
Pônei Terrestre
Imagem masculino.png
Masculino
Residência Capital de Star Empire
Ocupações Agente da ASSE
Idade 48 anos
Subespécie Dragão (híbrido)
Sexualidade Heterossexual
Família
Cônjuge Bestia Fukutsu (atual esposa)

Flamma Hurricane † (ex-esposa)

Filhos Album Fukutso † (filho)

Corvus Fukutso (filha)

Relentless Ignis (filho)


​Personalidade

Dragco é um pouco bipolar. Pode parecer calmo e amigável á primeira vista, mas ficar irritado com muita facilidade. É um pouco teimoso e ciumento.

História

Teve uma vida normal durante um bom tempo, ele era um pônei feliz que era filho único em uma família interespécies (sua mãe era uma pônei terrestre, e seu pai, um dragão). Tinha 13 anos de idade quando viu sua mãe ser morta por outro dragão, que usou o fogo como arma.

Seu pai, que, mesmo antes de perder a esposa já era meio mulherengo, passou a não esconder mais essas coisas do filho. Ele tinha 16 anos de idade quando viu seu pai se casar com uma dragoa, que era um pouco preconceituosa com híbridos, e por causa dela ele optou por sair de casa aos 18 anos.

Se tornou investigador particular, e conheceu Flamma, uma outra pônei híbrida que trabalhava como assassina profissional. Eles se tornaram amigos dês do momento em que se conheceram. Eles eram bem diferentes, um era cheio de ética e queria fazer do mundo um lugar melhor, enquanto a outra queria mais é ver o mundo pegar fogo. Depois de anos de amizade, eles finalmente deixaram as diferenças de lado e começaram a namorar, e depois de alguns anos se casaram.

Ele tinha 26 anos quando nasceu seu primeiro filho, Relentless. Flamma abandonou sua "profissão" e passou a trabalhar junto com ele, como investigadora. Até que, ela criou uma angùstia dentro de si, uma culpa por todas as vidas que havia tirado, e resolveu se entregar, e foi sentenciada á injeção letal.

Depois do práticamente suicídio de sua esposa, ele ficou com muita raiva de ela ter deixado um filho meio-órfão. Tudo que ele queria era descarregar a própria raiva, e assim o fez, adotou a mesma profissão de sua ex-esposa, usava o fogo como principal arma.

Depois de ser rasponsável por várias mortes, ele estava prestes a se entregar, quando a ASSE o viu como um agente em potencial, o convidou e ele aceitou (era isso, a injeção letal ou a Silentia. Sábia escolha). Virou parceiro de uma agente chamada Bestia Fukutsu, com quem, anos depois, se casou pela segunda vez e teve outro filho, Album, que dois anos depois ganou uma irmãzinha, Corvus.

Aos 41 anos ele sofreu uma tentativa de assassinato, vinda de um antigo rival de Bestia. Por causa do fracasso em sua primeira tentativa, Cadunt não desistiu e resolveu atacar um membro mais fraco, seu filho, Album. Depois da morte de Album, ele encontrou sua esposa chorando ao lado de dois corpos: um potro de 4 anos de idade e um garanhão adulto, que no caso, era Cadunt. Bestia estrava toda ensanguentada, com lágrimas misturadas ao sangue.

Após a morte de Album e Cadunt, Bestia estava sofrendo de depressão e ficou viciada em remédios controlados. Ficou dois anos visitando sua esposa em uma clinica de reabilitação quase que diáriamente.

Atualmente, tanto ele quanto sua esposa se aposentaram como agentes de campo e se tornaram investigadores.

Relacionamentos

Família

Por mais que ele fosse um mentiroso razoável, Dragco sempre desconfiou de seu pai, e sua mãe, por outro lado, não sabia de nada. Na época, ele não queria estragar o relacionamento dos pais e resolveu não contar, mas ele não se perdoa por não ter contado, pois, talvez, se ele tivesse contado, sua mãe não teria morrido.

Amigos

Sempre foi um pouco antissocial, por mais que isso tenha mudado um pouco depois que foi para a ASSE. Tem alguns amigos, mais nenhum muito relevante.

Interesses amorosos

Teve uma ou outra namoradinha no ensino médio, mas seu primeiro grande amor foi Flamma, e seu segundo, Bestia.

Curioisidades

  • Na época que Flamma se entregou, ele achou que aquilo era práticamente suicídio. Hoje em dia, ele entende a amargura de sua ex-esposa.
  • Em latim, seu nome significa "Dragão de Fogo" (quanta criatividade, Aeron... quanta criatividade...)
Advertisement